sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

620-NA JORNADA PARA O CÉU

JOSÉ PIMENTEL DE CARVALHO
(08/02/1916 - 24/02/2011)

Partiu para as moradas celestiais na manhã de 24 de fevereiro de 2011 o eminente Pastor José Pimentel de Carvalho.

Líder da Assembléia de Deus em Curitiba-Paraná, desde 1962, presidiu a Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), órgão máximo da denominação do país, nos anos 60, 70 e 80.

Nascido no dia 08/02/1916, no último dia 8 de fevereiro completou 95 anos de idade. Entretanto, seu aniversário foi celebrado sem a sua presença, pois ele estava internado no Hospital Evangélico de Curitiba desde janeiro, onde permaneceu durante cerca de quarenta dias, até sua morte.

Sua saúde estava debilitada havia alguns anos. Ele sofria com falência múltipla dos órgãos e nos últimos meses já não podia caminhar. No hospital, permaneceu sedado e em isolamento nos últimos dez dias. Ele também contraiu uma infecção hospitalar, ao que parece por meio de uma sonda, e então não resistiu.

Ordenado pastor em 20 de maio de 1945, na Escola Bíblica em São Cristóvão-RJ, pelos pastores Samuel Nyström e Cícero Canuto de Lima, iria completar 66 anos de ministério.

Remanescente da geração de pastores que tiveram contato com os fundadores da Assembleia de Deus no Brasil. Além de ter sido autor de dois hinos da Harpa Cristã: 541-CALVÁRIO, REVELAÇÃO DE AMOR e 620-NA JORNADA PARA O CÉU, deixa uma lacuna impreenchível na história do Pentecostalismo Nacional.

Também não se pode deixar de mencionar sua paixão pela salvação de almas pois é conhecido por trazer milhares de vidas para Jesus, ao longo da sua jornada para o céu.

“Ele foi um exemplo de vida dedicada a propagar os ensinamentos do Evangelho e um dos últimos remanescentes dos pastores que tiveram a oportunidade de conviver com os introdutores no Brasil da Assembléia de Deus” disse o ex-governador do Estado do Paraná.

“Pastor Pimentel nos deixa no ano do centenário das Assembléias de Deus no Brasil. Que os obreiros mais jovens olhem para a linda biografia desse pioneiro, a fim de que a nossa Igreja cresça na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo” disse o Pastor Ciro Sanches Zibordi.

A cerimônia fúnebre será realizada no sábado, dia 26/02/2011, às 9 horas, no templo-sede (Av. Cândido de Abreu, 367 - Centro Cívico). O corpo sairá às 10h45, e o sepultamento acontecerá as 11h30, no Cemitério Jardim da Saudade.

620-NA JORNADA PARA O CÉU

J.P.C. (N.A.)


1
Na jornada para o Céu,
Vivo sempre a meditar.
Muito alegre vou cantando
E seguindo pro meu lar.
Muito alegre vou cantando
E seguindo pro meu lar.

Coro
Sei que é certa a vitória,
Que Jesus me garantiu:
Eu vou chegar à Glória (bis)
Que o mortal inda não viu.

2
Caminhando com Jesus,
Meu prazer sempre aumentou:
Revelou-me o amor da cruz,
Que meus crimes perdoou
Revelou-me o amor da cruz,
Que meus crimes perdoou.

3
Um clarão da luz do Céu
Minha alma iluminou
Então vi o abismo eterno
Do qual Deus já me salvou.
Então vi o abismo eterno
Do qual Deus já me salvou.

4
Nesta senda gloriosa,
Me ajude ó meu Rei:
Tenho paz, e mui ditosa,
E mais paz no Céu terei.
Tenho paz, e mui ditosa.
E mais paz no Céu terei.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Beulah Land


O autor do texto em português, Jair Rodrigues, não fez uma tradução a partir do texto original em inglês, escrito por Edgar Page Stites, em 1876. Aliás, como vemos, não existe qualquer semelhança entre a letra de Jair Rodrigues e a letra original em inglês, de Edgar Page Stites. Não se sabe se ele utilizou algum texto escrito em outro idioma ou se teve inspiração para escrever esta letra que conhecemos e que cantamos há tantos anos. Até o momento, desconheço qualquer fonte que esclareça este assunto.

Portanto, a referência bíblica mais adequada para o texto escrito em português por Jair Rodrigues seria:
"E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós."
(Êxodo 3:14)

Leia as observações acrescentadas à publicação deste hino.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Afinal, quem é a Rosa de Saron?

Tantos anos cantando o hino 196-Uma flor gloriosa e mesmo assim, os menos atentos não notaram que "a flor gloriosa" na verdade se refere à igreja e não a Jesus, como fica muito claro e límpido no excelente texto escrito pelo pastor Marcelo Oliveira.

O assunto já foi objeto de análise e sugestão de mudanças, por parte do pastor Geremias do Couto, entretanto, sem êxito.

Recentemente, no blog Davar Elohim, do pastor Marcelo Oliveira, foi publicado um estudo detalhado onde fica claro que o simbolismo aplica-se à igreja.

Contador

Pesquisa sobre os hinos mais cantados na sua igreja: